home > Blog

Blog

29

Ago

Postado em

Conheça a cidade que fica no topo de um penhasco

Já imaginou uma cidade que está situada no topo de uma falésia imponente? Exatamente isso. A encantadora cidade italiana de Tropea, na Costa degli Dei, região no sul do país próxima a Calábria, na Itália, fica localizada no topo de um penhasco.

Conheça a cidade que fica no topo de um penhasco

Foto: Reprodução/tropeaholiday.it

Sendo um dos melhores destinos durante as férias na Itália, Tropea possui vista para um mar azul cristalino e praias ensolaradas, perfeitas para banho. Já as ruas, em formato de labirintos, e praças encantadoras são um espetáculo à parte. Destacam-se também, alguns lances de escadas que levam diretamente para a praia. A gastronomia, com excelentes cafés e restaurantes também é um grande atrativo.

Conheça a cidade que fica no topo de um penhasco

Foto: Reprodução/tropeaholiday.net

Já a grande curiosidade é que a cidade era antigamente chamada de Tropheum (troféu), porque, segundo a mitologia da Grécia, os gregos tinham em suas crenças a ideia de que Hércules a fundou como um verdadeiro troféu para completar um de seus doze trabalhos. Confira algumas imagens e se apaixone por essa sétima maravilha dos Deuses.

Conheça a cidade que fica no topo de um penhasco

Foto: Reprodução/tropeaholiday.net

Conheça a cidade que fica no topo de um penhasco

Foto: Reprodução/tropeaholiday.it

Conheça a cidade que fica no topo de um penhasco

Foto: Reprodução/tropeaholiday.it

Fontes: Curionautas, Nômades Digitais.

27

Ago

Postado em

Esportes ao ar livre: slackline em Florianópolis

Feito com uma fita de nylon, estreita e flexível, o slackline é um esporte que surgiu na Califórnia, nos Anos 80. A ideia do esporte surgiu dos escaladores daquela época que utilizavam fitas para atravessar de uma montanha à outra.

Em Florianópolis, o slackline tem se feito cada vez mais presente e na mais diversas praias e lagoas. É possível, principalmente no verão, pessoas praticando na Lagoa da ConceiçãoCampecheMoleJurerê Internacional, entre outras.

Esportes ao ar livre: slackline em Florianópolis

Foto: Web

O esporte tornou-se comum de uns tempos para cá com uma quantidade grande de pessoas buscando equilíbrio e manobras mais difíceis, encorajados pela areia fofa ou grama logo abaixo dos pés. O parque da Universidade Federal e a Avenida Beiramar Norte, na altura do trapiche, também são lugares bastante procurados pelos entusiastas e iniciantes da atividade. A quantidade de árvores e o espaço gramado tornam o lugar perfeito para o treinamento.

Esportes ao ar livre: slackline em Florianópolis

Foto: Web

Já o equipamento, composto por catraca de tensão, fita de 15 metros de comprimento e 50 milímetros de largura e uma braçadeira, custa aproximadamente R$ 200. Junte a ele um par de árvores e você já está apto à prática.

Indicado para todas as idades, o esporte contagia crianças à adultos. Além disso, muitos escaladores, skatistas e surfistas praticam o Slackline como forma de treinar seu esporte, já que os movimentos e músculos usados são parecidos aos realizados no Slackline.

Conheça algumas modalidades:

Trickline
Geralmente praticado a partir de 60 cm de altura, o trickline permite a realização de manobras de saltos e equilíbrio extremo, exigindo do praticante bastante preparo físico e treino.

Longline
O longline é a pratica do slackline em fitas com comprimento a partir de 20 metros.

Highline
O Highline é praticado em alturas superiores a 5 metros.

Waterline
O waterline é a pratica do slackline sobre a água. Seja em piscinas, rios ou praias esta é a modalidade mais refrescante e descontraída.

As primeiras tentativas são bastante árduas. Deve-se cair muito e tentar várias vezes até que seja possível equilibrar-se. Quem pratica, diz que vale a pena passar pela experiência. Pratique você também!

Fontes: Gibbon, Parque Ibirapuera.

25

Ago

Postado em

Exposição “Corpos Invisíveis” começa no próximo dia 2

O artista paranaense Jorge Marinho – que reside em Florianópolis há 32 anos, realiza, a partir do dia 2 de setembro, a primeira exposição individual de suas esculturas. As figuras humanas moldadas em cristal e vidro são um trabalho que o artista desenvolve desde 2002.

Exposição

Fonte imagem: Tudo Sobre Floripa

O resultado deste trabalho deve-se aos seus estudos realizados na Alemanha, República Tcheca, Espanha e Estados Unidos e aprimorado ao longo de mais de uma década. A exposição “Corpos Invisíveis”, na Helena Fretta Galeria de Arte, em Florianópolis, é composta por 35 esculturas de corpos, torsos e cabeças humanas em cristal e lâminas de vidro moldado. Além disso, o artista utiliza o ferro na montagem de algumas de suas obras.

As peças em cristal, produzidas pelo artista, são executadas em fornos de cristaleria, atingindo temperatura de 1,3 mil graus, a mesma tecnologia utilizada na fabricação das tradicionais peças em vidro soprado. Já os torsos e as cabeças em vidro moldado são criados nos fornos de seu ateliê, em temperatura de 780 graus.

A linguagem artística de Jorge, que poderá ser conhecida nesta exposição, foi desenvolvida ao longo dos anos através de conhecimentos adquiridos em estudos de escultura em mármore e argila, desenho de nu artístico e das mais variadas técnicas de moldagem e fusão de vidro e cristal. Saiba mais abaixo:

Quando: 2 de setembro, terça-feira, às 19h
Visitação até 27 de setembro, de segunda a sexta, das 9h às 18h30min e aos sábados, das 9h às 13h
Onde: Helena Fretta Galeria de Arte
Rua Presidente Coutinho, 532 – Centro, Florianópolis
Valores: gratuito

Fontes: Guia Floripa, Tudo Sobre Floripa.

Page 1 of 35112345...102030...Last »